A Mulher e as fases da Lua



A Mulher é regida pela Lua. Seu ciclo menstrual é de 28 dias, assim como o ciclo da Lua. Passa por quatro fases, assim como as quatro fases da Lua. Somos cheias, minguantes, novas e crescentes. Somos cíclicas em nossa luz e nossa sombra. Somos a noite e a quietude, mas também o brilho e soberania. Somos energia feminina em constante movimento. Em comunhão com a energia masculina, somos completas. Somos quatro, somos uma.

A reconexão com a Lua é fundamental para aquelas que desejam reconhecer o Sagrado Feminino que há nelas. Logo, é interessante observar como as fases da Lua se ligam às fases do ciclo menstrual, influenciando não só os líquidos do corpo (menstruação e muco cervical, por exemplo) como o humor e a criatividade. O casamento perfeito é observar a sua Lua interna com a Lua externa. Isso porque nem sempre nosso ciclo menstrual vai se encaixar exatamente com a fase lunar correspondente. O que se pode aprender dessa relação? Aproveitar a energia da Lua para irmos ao encontro, cada vez mais, de nós mesmas. Abaixo, trago características de cada uma das quatro fases.


Fases da Lua


Lua Cheia


A Lua Cheia corresponde à fase da ovulação. Do arquétipo da Mãe. É o verão, hora de sair e se mostrar ao mundo. É quando chegamos ao nosso auge. Uau! Criatividade a mil! Fertilidade para dar à luz! Sexualidade para encantar! Estamos prontas para entrar em ação. A maré alta inunda a nossa energia. É hora de ter consciência do nosso brilho interior que se materializa no nosso exterior.


Lua Minguante


A Lua Minguante corresponde à fase pré-menstrual. Do arquétipo da Feiticeira. O próprio nome dá a pista: minguar. É outono e com ele o convite para olhar para as nossas sombras. É o momento da introspecção, da quietude mental e da escuta do coração. É preciso silenciar para se poder olhar com calma os nossos medos, crenças e hábitos nocivos, que emergem com força do nosso emocional. A tensão acontece justamente por não darmos espaço para a sombra vir à tona. Ela sempre tem algo a dizer. É hora de se olhar com amor.


Lua Nova


A Lua Nova corresponde à fase menstrual. Do arquétipo da Bruxa Anciã, a sábia. Estamos no inverno. Mergulhadas na escuridão para, então, dali poder nascer a cura. É hora de se transformar. De deixar ir tudo aquilo que veio à tona na fase anterior. Deixar que junto com sangue vá embora também o que não nos serve mais. É tempo de se recolher para viver o que se passa dentro. Estamos em conexão com o inconsciente, com sonhos profundos e com o mundo espiritual. Já surgem insights para nos lembrar de que o novo vem vindo.


Lua Crescente


A Lua Crescente corresponde à fase pré-ovulatória. Do arquétipo da Donzela. É primavera! Voltamos a ver a luz e com isso é chegado o momento plantar novas sementes. As ideias que surgirão na nossa mente agora devem ir para o papel, para começarmos a fazer acontecer aquilo que queremos na nossa vida. É preciso organização e foco para não desperdiçar essa energia de expansão. Hora de usar a vitalidade dessa fase para se divertir e ir em busca do que sentimos que nos faz feliz de verdade.

Exercício Sagrado: Se você já acompanha a Lua por meio de um calendário lunar e/ou mandala menstrual, ótimo! Dessa forma, é mais fácil começar a notar a ligação entre você e a Lua. Se você ainda não faz uso dessas ferramentas, uma sugestão é começar a prestar atenção em eventos que acontecem na sua vida e que podem estar ligados à fase da Lua e você nem se dá conta. Uma super ideia? Um romantismo inesperado? Uma vontade de engravidar? Alterações no sono? Vale a pena checar em qual Lua está.

14 visualizações